Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os (meus) recortes...

Para uma imensa minoria...by Bastião

Os (meus) recortes...

Para uma imensa minoria...by Bastião

Talvez um pouco parcial.
Totalmente pessoal.
Eis os Meus Recortes...

Rui Oliveira (pai) e Rui Oliveira (filho).
O destaque desta notícia tem como alvo o musico Rui Oliveira (filho) mas, para ser mais exato na aproximação de consanguinidade, recorda-se que Rui Oliveira (pai) é o naricense que reside no início da Rua Direita em Nariz. É bancário aposentado, tendo estado nos últimos anos do ativo na agência bancária do BPI na Palhaça.

 
Biografia de Rui Oliveira
 
Natural de Aveiro, foi ao som de cantores como José Afonso, Fausto, Chico Buarque, Bob Dylan, ou Paul Simon que Rui Oliveira, na adolescência, passava longas noites de exploração da sua voz e da guitarra para se acompanhar.
Tudo isto acontecia enquanto estudava e praticava vários desportos federados, tendo sido atleta profissional de andebol.
Sempre conciliou o percurso académico com o desporto de alto nível, cultivando os princípios da ética desportiva em geral e do desporto colectivo em particular.
Entre 1991 e1996 estudou Filosofia Na Universidade de Coimbra,
Terminado o curso e a carreira de atleta profissional, fez a primeira de muitas viagens, que viriam a mudar o rumo da sua vida. Trabalhando como músico, cantando e tocando guitarra percorreu vários países da Europa, levando na bagagem o amor pela música e em especial pela música tradicional portuguesa e o fado.
Viajando sozinho, sempre procurou interagir com os músicos locais, desenvolvendo o gosto pela partilha, comunicação e improvisação musical ao vivo.
Entre 2000 e 2005 morou no bairro de Alfama, em Lisboa. Aí integrou a Companhia de Dança de Raquel Oliveira, como cantor de fado e flamenco juntamente com a cantora Micaela Vaz.
Desde então tem produzido espetáculos ao vivo trazendo a palco as várias personagens que o habitam, sempre com o denominador comum da raiz portuguesa. Destacam-se os espetáculos ANDARILHO, RUI OLIVEIRA FADO e CANÇÕES DO FADO, com os quais actuou em palcos como a Casa da Música, Teatro Aveirense, Santiago Alquimista, Casino da Figueira da Foz e outras salas de referência.
Em 2012 juntou-se ao Coro Voz Nua.
Em 2013 foi narrador "voz off" do documentário A Campanha do Creoula de André Valentim Almeida.
Em 2015 trabalha no novo espetáculo IMPROVISÓRIO.“Comunicando, construímos quem somos”
 
Discografia:
Chão do Rio 2005; Postal do Canada 2007; Rui Oliveira FADO 2013 e Rui Oliveira FADO solo 2014
O texto acima reproduzido (em itálico) foi retirado do portal de Rui Oliveira 

Acompanhe nos links seguintes a atividade profissional do musico Rui Oliveira:

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Os (meus) Recortes ®
António Bastião / 49
Nariz / Aveiro / Portugal
abastiao@hotmail.com
* Site otimizado para smartphones *