Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Os (meus) recortes...

Para uma imensa minoria...by Bastião

Para uma imensa minoria...by Bastião

Os (meus) recortes...

16
Out17

Incêndios em Nariz – As intermináveis horas de pânico…

O drama dos incêndios que tem alastrado pelo país nos últimos dias, já com 35 vítimas mortais, desta vez asfixiou a freguesia de Nariz.

 

Inicialmente a lavrar nas zonas de Vagos e Oiã, rapidamente a orla verde que circunda a freguesia deu lugar a um manto de cinza e árvores queimadas.

 

Com o fogo a entrar e a propagar-se rapidamente nas zonas habitacionais, industriais e agrícolas, gerou-se o caos. Os naricenses desesperaram por avistar um carro de bombeiros. Para tal, preparam-se para o pior: foram horas de desespero e pânico em que a noite fez com que parecessem intermináveis.

 

Depois dos rescaldos, vem agora a inevitável volta pela freguesia: praticamente todos os lugares da freguesia foram fustigados pelas chamas; não escaparam o Porto de Ílhavo, Verba, Vessada, Ramalheiro, Cilha, Ribeiro da Palha. Mas, felizmente, habitações e pavilhões industriais (praticamente) não foram beliscados pelo fogo.

 

Para os naricenses, ficou a imagem de coragem e determinação. Defenderam o que era seu e, com enorme solidariedade o que era de todos.

 

Aqui fica ainda uma palavra de gratidão aos Homens da Paz que, com todos os meios mas com um teatro de operações de tão grandes dimensões, quase que fizeram o milagre da omnipresença.

fire1.jpg

A foto acima apresentada foi retirada da página do facebook de Augusto Abade

Os (meus) Recortes ®

António Bastião / 49
Nariz / Aveiro / Portugal
abastiao@hotmail.com
* Site otimizado para smartphones *